No último post, escrevi sobre a Park Slope Food Coop, dizendo que sinto vontade de me mudar para o Brooklyn, em Nova York, toda vez que visito a cooperativa. É verdade. No entanto, melhor ainda seria se eu pudesse frequentar a loja Unpackaged, um mercadinho no centro de Londres que, como o nome sugere, vende praticamente tudo a granel, isto é, sem estar pré-embalado. Enquanto a Park Slope Food Coop cobra cerca de 30% a menos que os supermercados convencionais, a Unpackaged oferece descontos para os clientes que levam a sua própria embalagem!

Tudo começou quando a fundadora, Catherine Conway, percebeu que queria fazer suas compras a granel, evitando desperdícios no que diz respeito à embalagem (pensa bem, a quantidade de recursos naturais – papel, plástico, tinta, etc – usada na produção de embalagens de alimentos é enorme, sendo que as embalagens em si têm a vida útil curtíssima), bem como no que concerne aos alimentos propriamente ditos, já que, por meio da compra a granel, pode-se adquirir a quantidade exata desejada (como, por exemplo, quantidades menores de algo que não é consumido com frequência). Como não encontrou um lugar onde pudesse fazer suas compras desse jeito, a Catharine resolveu abrir o próprio negócio. Inicialmente uma barraca em um mercado de rua, a Unpackaged rapidamente cresceu e mudou-se para uma antiga loja de queijos charmosérrima no centro de Londres.

Praticamente tudo na Unpackaged é vendido a granel. A oferta de produtos vai de grãos, nozes, temperos, frutas e legumes a bolos caseiros, biscoitos e até azeite, vinagre e vinho! Além, é claro, de vários produtos de limpeza e de higiene pessoal. O cliente leva suas próprias embalagens (vale tudo: sacos de pano, sacos plásticos, potes de vidro, potes de plástico, etc). Caso apareça alguém sem um recipiente para as próprias compras, a loja oferece sacos novos (ou, no caso dos produtos de limpeza, garrafas do próprio produtos reutilizadas). Mas o cliente sem embalagem sai da loja sem receber o desconto dado aos clientes que vão equipados! Ou seja, a loja realmente incentiva a reutilização do sacos e potes já existentes no planeta. Infelizmente, acho que ainda estão para inventar incentivo melhor do que o financeiro.

Parte dos itens secos disponíveis na Unpackaged. Foto retirada do site da loja.

Barril onde são armazenados os azeites e vinagres da loja. Foto retirada do site da Unpackaged.

Além de a Unpackaged oferecer muita coisa orgânica e com o selo de comércio justo, não vende nada que, para chegar a Londres, tenha sido transportado de avião, utilizando mais combustível do que os itens que chegam de navio cargueiro ou trem. Os itens produzidos na própria Inglaterra são priorizados, sempre.

A própria Catherine trabalha atrás do lindo balcão da Unpackaged com frequência. A combinação da personalidade extrovertida e carismática da Catharine com uma seleção de clientes cativos interessadíssimos no modelo de funcionamento do negócio cria um ambiente super agradável. Imagino que fazer compras na Unpackaged seja como fazer compras em um armazém de cidade de interior, onde os funcionários conhecem os clientes e estabelece-se uma relação de camaradagem.

Interior da loja. Foto retirada do site da Unpackaged.

Tive o privilégio de fazer compras na Unpackaged inúmeras vezes na época em que morava em Londres. Quem for visitar a cidade e tiver interesse em uma forma diferente de fazer compras de supermercado, vale muito a pena dar uma passada na Unpackaged. A loja está para mudar de endereço em breve. Mas, por enquanto, segue no número 42 da Amwell Street, EC1R 1XT.

Anúncios